quarta-feira, março 30, 2011

Oficina de hortaliças e condimentos no CRAS Pedro Ometto

0 comentários
A SEMEIA iniciou uma oficina de cultivo de hortaliças e condimentos no Cras Pedro Ometto nesta semana, sendo realizada de terça-feira, no período da manhã e da tarde, durante um mês. A oficina oferece um conteúdo bem básico e prática da realização do plantio e cultivo. Também será realizada visita a uma horta municipal para conhecer a dinâmica das hortas.
Os participantes da oficina estão sendo treinados pelo técnico da Semeia para cuidar da horta durante todos os dias da semana, mesmo não sendo dia da oficina. Ao final da oficina, as plantas cultivadas serão divididas entre os participantes, que também já estarão aptos a realizar o cultivo nas próprias residências ou em outros lugares.









segunda-feira, março 28, 2011

Bóia-cross no Rio Jaú

0 comentários
No último sábado, 26 de março, aconteceu a já tradicional descida de bóia-cross no Rio Jaú e o concurso de barco reciclável. O evento contou com aproximadamente 150 pessoas, que se encontraram no Parque do Rio Jaú com suas bóias.






Grupo vencedor do concurso de barco reciclável:




















Agredecimento: TG-02 019 (Tiro de Guerra).




Mutirão na Lagoa Preta - Distrito de Potunduva

0 comentários
No último dia 25 de março, sexta-feira, a equipe da SEMEIA, junto aos alunos da FATEC, promoveu um mutirão de reconhecimento da Lagoa Preta, no Distrito de Potunduva, e um diagnóstico participativo com os moradores do local. Os alunos entraram na lagoa com um bote, tutorados pelos bombeiros, e reconheceram os pontos positivos e negativos do local. Após o reconhecimento, aproximadamente 50 moradores foram entrevistados à respeito da lagoa, que tem grande potencial e não merece ficar esquecida.









Circuito de palestras na Câmara Municipal

0 comentários
Ainda dentro da programação da Semana da Água, tivemos três excelentes palestras nos dias 23, 24 e 25 de março, na Câmara Municipal, a partir das 19h, com profissionais especializados na área. A primeira, ministrada pelo Prof. Doutor Jozrael Henriques Rezende, teve como tema "Águas, Rios e Bacias: Di(st)ante da Sustentabilidade?", onde o palestrante discorreu sobre diversos problemas ambientais que enfrentamos recentemente em nossa cidade.



A segunda palestra, ministrada pela Profª. MSc. Marina Carboni, teve como tema "A importância da vegetação ribeirinha para a qualidade da água", onde a palestrante ressaltou a importância da mata ciliar para os rios e córregos e as consequencias adversas que a retirada dessa vegetação causa aos cursos d'água.



A terceira e última palestra, ministrada pelo Secretário de Meio Ambiente Maurício A. de Toledo Murgel, teve como tema "Bacia Hidrográfica do Rio Jaú: Negócios e Oportunidades", onde o Secretário apresentou algumas oportunidades sustentáveis que Jaú possui potencial para desenvolver.



Também nos dias 23, 24 e 25, no Cinema Municipal, a equipe da SEMEIA ministrou palestras para o 5º ano das escolas munipais. Ao final de todas as palestras, foram sorteados sacolas ecológicas, camisetas e canecas aos presentes.


Campanha "Leve sua caneca!" (?)

0 comentários
A SEMEIA promoveu na última quarta-feira, dia 23 de março, o início da campanha das canecas retornáveis dentro da Prefeitura Municipal e da Câmara Municipal de Jaú. O evento foi programado com bastante antecedência e pensado com muito carinho pelos funcionários de nossa equipe. Com auxílio de patrocinadores, conseguimos adquirir canecas para serem doadas aos funcionários que foram convidados para o evento, juntamente com uma palestra informativa sobre os benefícios do uso da caneca retornável.

Infelizmente, muitos não puderam participar, aliás, com exceção da assessora do vereador Fernando Frederico, e do vereador Carlos Zanatto (que chegou quando a apresentação já estava no final), mais NINGUÉM compareceu. Talvez o excesso de trabalho e compromissos profissionais dos convidados os impediram de comparecer e até de dar uma justificativa antecipada da ausência.


Dia Mundial da Água 2011

0 comentários
Os eventos programados e realizados em Jaú em comemoração ao Dia Mundial da Água, 22 de março, foram um sucesso. Na abertura do evento, na Praça da República, com participação de autoridades locais, alunos, professores e diretores da rede municipal e estadual de ensino de Jaú, integrantes de clube de Terceira Idade e população em geral, o que mais chamou a atenção foi a apresentação teatral com fantoches feitos de material reciclável, incluindo até a estrutura do teatro. O roteiro do teatro e a música (paródia) apresentados também foram inéditos, criados por estagiários e alunos da FATEC – Jahu.




Na sequência, foi realizada a soltura de peixes no Rio Jau, sendo os mesmos das espécies que habitam a microbacia do Jaú. Durante todo o evento foi feita a conscientização sobre a situação da água doce no planeta e como podemos mudar nossos hábitos para ajudar a melhorar a distribuição e a utilização deste bem totalmente necessário à todas as espécies vivas.

 
Ainda na mesma data, a SEMEIA intermediou a oficina de divulgação do Livro Águas e Paisagens Educativas da Bacia Tietê-Jacaré, do Instituto Pró-Terra, com participação de representantes das escolas públicas e privadas do município. E para encerrar o dia, no período noturno, houve a palestra da Profª da Fatec – Jaú Natália Galastri, para professores da rede municipal de ensino, Educação Infantil e Fundamental.



Aproveitando o evento, demos continuidade às campanhas já iniciadas pela Semeia em anos anteriores: distribuição de canecas retornáveis, sacolas ecológicas e lixinhos para carros, evitando assim o consumismo e aumento da poluição.

segunda-feira, março 21, 2011

Amanhã começam as comemorações

0 comentários
Amanhã, Dia Mundial da Água, serão iniciadas as atividades em comemoração a este dia tão importante. Confira a programação de amanhã:


Não deixem de participar!

sexta-feira, março 18, 2011

HORA DO PLANETA - 26 DE MARÇO

1 comentários
A Hora do Planeta é um ato simbólico. O gesto simples de apagar as luzes por sessenta minutos, possível em todos os lugares do planeta, tem o significado de chamar para uma reflexão sobre o tema ambiental. Governos, empresas e a população de todo o mundo são convidados a demonstrar sua preocupação com o aquecimento global e as mudanças climáticas.
Em 2009, milhões de brasileiros apagaram as suas luzes e mostraram sua preocupação com o aquecimento global. No total 113 cidades brasileiras, incluindo 13 capitais, participaram da Hora do Planeta 2009. Ícones como o Cristo Redentor, a Ponte Estaiada, o Congresso Nacional e o Teatro Amazonas ficaram no escuro por sessenta minutos.
Em 2010, a Hora do Planeta reuniu mais de um bilhão de pessoas em 4.200 cidades, em 125 países. Na noite do sábado 27 de março de 2010, todos os países do G20, assim como outras 105 nações, apagaram as suas luzes na Hora do Planeta. Monumentos como Cristo Redentor, Torre Eiffel, London Eye, Fontana de Trevi e Empire State foram alguns dos 1383 ícones que ficaram no escuro por 60 minutos. Em 2011, a Hora do Planeta será realizada no dia 26 de março, das 20h30 às 21h30. Participe!

Entre também no site da Hora do Planeta e baixe os vídeos da campanha, fundo para Twitter, wallpapers, banners, cartazes e muito mais para divulgar a campanha: http://www.horadoplaneta.org.br/participe.php

Assista a um dos vídeos promocionais da campanha:



Terremoto do Japão pode ter mudado eixo da Terra e cortado os dias

0 comentários
Cálculos de cientistas da Nasa indicam que o sismo pode ter aumentado a velocidade da rotação do planeta, cortando a curação de um dia em cerca de 1,8 microsegundo.

Por Agência EFE

O terremoto de 8,9 graus na escala Richter no Japão, segundo dados do Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS, na sigla em inglês) que atingiu o país no dia 11 de março, pode ter mudado o eixo da Terra e cortado os dias, segundo detectaram cientistas da Nasa. Os cálculos indicam que, ao mudar a distribuição da massa da Terra, o sismo pode ter causado que o planeta gire um pouco mais rápido, cortando a duração de um dia em cerca de 1,8 microsegundo (1 microssegundo é 1 milionésimo de segundo).

O pesquisador do Laboratório de Propulsão a Jato (JPL) da Nasa, Richard Gross, e sua equipe aplicaram um complexo modelo geológico para realizar um cálculo teórico preliminar de como o terremoto do Japão afetou a rotação da Terra. Os cálculos também indicam que o movimento deve ter mudado a posição do eixo (ao redor do qual se equilibra a massa do planeta) cerca de 17 centímetros, em direção 133 graus longitude este. Tal fato não pode ser confundido com o eixo norte-sul, que também se movimentou cerca de 10 metros, e fará com que a Terra se oscila diferente à medida que viaje, mas não vai causar uma mudança significativa. A Nasa informou em comunicado que ambos cálculos provavelmente mudarão à medida que os dados sobre o terremoto sejam mais precisos.

Um cálculo similar foi feito logo após o terremoto de magnitude 9,1 que atingiu Sumatra, na Indonésia em 2004, e indicou que o fenômeno natural deve ter cortado a duração do dia 6,8 microssegundos e mudou o eixo da Terra cerca de 7 centímetros. Segundo explicou Gross, em teoria, qualquer fenômeno que redistribua a massa da Terra muda a rotação do planeta. "A rotação da Terra muda todo o tempo, não só como consequência dos terremotos, mas também por efeitos maiores como as mudanças nos ventos atmosféricos e as correntes oceânicas", assinalou a EFE.
 
Fonte: Notícias Terra


quinta-feira, março 17, 2011

Reunião do Projeto Município Verde

0 comentários
Ontem, 16/03, quarta-feira, foi realizada a reunião do Projeto Município Verde Azul, na Faculdade de Tecnologia de Jahu (FATEC). Foi uma reunião consultiva, com o intuito de levantar críticas e sugestões para dar continuidade ao Projeto. Contamos com a presença de 20 interlocutores de outros municípios da região, além de secretários e autoridades.

O governo de São Paulo lançou em 2007 o “Município Verde”, um projeto ambiental inovador. O objetivo é descentralizar a política ambiental, ganhando eficiência na gestão ambiental e valorizando a base da sociedade.

A gestão ambiental compartilhada cria uma responsabilidade mútua, estimulando o desenvolvimento da competência gerencial nos municípios. Ao Estado cabe prestar colaboração técnica e treinamento às equipes locais. Nesse processo, é fundamental a participação da Câmara de Vereadores e das entidades civis, Conselhos Ambientais, outras representações ambientalistas e de representação da cidadania. Fonte: Município Verde Azul








LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...